12 de abril de 2010

Jesús no Islão e a nossa actualidade

Nos Hadice (ditos do Profeta Muhammad), refere-se que Obaid, filho de Omar, disse:

“Jesus, filho de Maria, a paz esteja com ele, disse: “Nos últimos dias haverão homens sábios que ensinarão a abstinência do mundo, mas que não se absterão eles próprios, que ensinarão os homens a desejar o outro mundo mas que não o sentirão eles próprios e que avisarão os homens para que não se revoltem contra os governantes, mas que não se dominarão a eles próprios. Aproximar-se-ão dos ricos e manter-se-ão longe dos pobres; serão agradáveis para os homens importantes mas afastar-se-ão dos homens humildes. Estes são os filhos do diabo e inimigos do Misericordioso”

Fonte: “Muçulmanos esclarecem o Papa”, edição Al Furqán, 1995, pág 91

2 comentários:

Anónimo disse...

Para que se saiba.
Na prática a última coisa que maomé fez no islam foi assassinar o próprio allah.
Disse que o allah não mais falaria e que ficava sem espírito.
Mas antes, e no islam, maomé tirou o filho a allah e castrou-o para que nem descendência pudesse deixar.
maomé também antes, assassinou a familia de allah, os amigos e todas as entidades espirituais boas,anjos, arcanjos, santos e outras.
Pior ainda. No islam as coisas são cada vez piores.
No islam, maomé só deixou satan à solta.
No islam, satan é a única entidade espiritual activa e que sussurra aos maometanos.
Os maometanos eruditos podem confirmar isto.
Dão é depois voltas e mais voltas a justificar.
Prova que o islam é muito hábil a enganar os próprios e a tentar enganar os outros.
Pode-se dizer que isto acontece no mundo imaginário ou simbólico, mas é este mundo que controla o maometismo.
Estas verdades dão uma ideia da intolerância que existe nessa doutrina.
Para maomé um allah vivo ou qualquer entidade espiritual boa viva, seriam os maiores perigos ao seu poder.
Nem o próprio allah maometano podia escapar com vida às suas mãos.
Só fora do islam o bem(bom-senso/razão) e o Bom Deus podem existir, estarem vivos e manifestarem-se no mundo e nas pessoas.

AlRibat disse...

Neste blog aceitam-se todas as perspectiva, a ideia é precisamente recolhê-las. Dado o interesse que despertou o seu comentário, agradeço mais informação para o endereço alribatset@gmail.com, é uma perspectiva para mim inédita ( para mais referindo a concordância dos eruditos)e que considero digna de desenvlvimento. Obrigado, Rogério